quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

No Guarani

Luz e sol
sorrisos e olhares bonitos
palavras sábias
certeiras e doces
como só a mulher sabe dizer

Num repente
emergiu
um jardim
de camélias,
rosas,
papoilas e violetas

num repente
brilhou sol
no Guarani
numa tarde cinzenta
de chuvoso janeiro


Um poema ali mesmo escrito por Vitor Cordeiro, enquanto corria a sessão de lanaçamento da revista Entre Portuguesas

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Elogio a Fatima Martins por ocasião da homenagem que lhe foi prestada pelo Boston
Portuguese Festival, edição de 2009
- Por Maria Carvalho -
A Fatima era uma amiga maravilhosa. Uma amiga determinada e profundamente empenhada
pela comunidade portuguesa. O seu espírito vive não só nos nossos corações mas ainda nos projectos que ela iniciou.
A Fatima tem uma biografia impressionante e eu não poderia fazer justiça à importância do seu trabalho neste curto espaço de tempo. Mas posso tentar explicar porque penso que merece ser lembrada e homenageada por nós e como todos podemos aprender com o exemplo da sua vida.
Ela foi uma imigrante, oriunda duma pequena vila numa ilha Oceano Atlântico. Este facto poderia ter circunscrito a sua

 Contudo, ela possuia uma visão e sonhos que a impulsionaram a ultrapassar as suas próprias circunstâncias. era demasiado pequena para as suas ideias, a sua determinação e a sua energia sem limites. Possuia um sentido em todos os seus projetos e não tinha tempo a perder.
Quando emigramos para um novo país temos de enfrentar muitos desafios. Temos que nos adaptar a um novo local, uma nova língua e uma nova forma de vida. Se a transição é feita com sucesso, somos capazes de guardar o que de melhor trazemos da nossa cultura e nela incorporar o que existe de melhor na nova cultura e assim podemos viver e prosperar nesses dois mundos. A Fatima conseguio-o admiravelmente, continuando a honrar e a valorizar a sua herança cultural portuguesa e ao mesmo tempo adotando novas e valiosas formas de fazer as coisas ao estilo americano, assim engrandecendo as duas culturas. Uma das suas mais importantes realizações foi dar voz à comunidade portuguesa. Fazendo uso do grande espírito de voluntariado norte-americano e dos nossos direitos fundamentais, a Fátima liderou diversas iniciativas. Ela iniciou o programa de apoio à cidadania, que auxiliou inúmeros portugueses a tornarem-se cidadãos americanos. Haverá melhor forma de fazermos ouvir a nossa voz do que através do voto?
A Fatima iniciou um programa local de televisão por cabo “Aqui Fala-se Português” com vista
a transmitir importante informação à comunidade. Conhecimento é poder e a nossa comunidade
tornou-se mais forte em resultado deste programa. Teria ainda dado uma importante voz às comunidades se tivesse conseguido ser eleita para o Comité Escolar, mas só o facto de se apresentar como candidata trouxe orgulho e visibilidade à comunidade portuguesa frequetemente esquecida e silenciosa.
Fatima tinha também uma forte convicção no que respeita a justiça e a igualdade. Recordo- me que por ocasião da morte do Papa João Paulo II , um importante jornal entrevistou várias pessoas sobre qual a opinião que tinham relativamente ao Papa que acabara de falecer.... invariavelmente eram todos homens. A Fatima ligou-me e perguntou-me se tinha lido o jornal e expressou o seu
desalento pela ausência de opiniões femininas. Rapidamente mobilizou algumas mulheres para
darem a sua opinião sobre o assunto e mandou-as para o jornal. Na semana seguinte, as opiniões das
mulheres foram devidamente publicadas. “It was a good feeling”.
A sua imensa generosidade era bem conhecida e o seu espírito generoso manifestava-se
de forma silenciosa e modesta. A sua determinação e convicção foram uma força inspiradora para
muitos de nós para nos empenharmos no serviço à comunidade.
A Fátima recebeu muitos reconhecimentos, entre os quais o Community Service Award
da PALCUS, em Washington DC, a Medal of Service da Portuguese Continental Union of the US, o
Community Service and Leadership Award do Day of Portugal Festivities Committee in Boston e em
2001 foi homenageada pela nossa comunidade juntamente com a Fatima Martins Foundation for the
Promotion of Citizenship.
A sua vida ensina-nos que não somos definidos pelas circunstâncias, ao invés devemos ser
caracterizados sobre como desafiamos as nossas circunstâncias. A Fatima entoou o mote “Yes We
Can” muito antes de aqui se ter popularizado.
O legado que nos deixa é o espírito de dádiva e de partilha. Tenho a certeza ser seu desejo que
continuemos a dar aquilo que tenho por mais precioso: a oferta da nossa disponibilidade e do nosso
talento em benefício das nossas comunidades.Estou convicta de que a Fatima teria não só afirmado “Yes we Can” mas ainda “Yes we Should”.

A circunstância de o Boston Globe ter dedicado meia página no seu obituário a uma personalidade oriundada comunidade portuguesa, ilustra bem o prestígio e o respeito que conquistou na grande área de Boston, onde ajudou milhares de concidadãos a terem acesso à nacionalidade e à escolaridade americanas. Pela sua ação na consciencialização e auxílio prestado aos seus concidadãos na obtenção de direitos cívicos e que a naturalização lhes proporcionou, o Estado português concedeu-lhe já a título póstumo, o grau de comendadora da Ordem do Infante D. Henrique, no âmbito do Dia de Portugal de 2007.

sábado, 19 de janeiro de 2013

Emigração - dados do INE

 
Redação, 17 Janeiro de 2013 (CCM. - Lusa) - O número de pessoas que saiu de Portugal em 2011 aumentou 85% em relação a 2010 e a faixa etária em que mais se registou a saída foi entre os 25 e 29 anos.
Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre estimativas anuais de emigração indicam que em 2011 emigraram, no total, 43.998 pessoas, incluindo cidadãos de Portugal e estrangeiros, ou seja mais 20.238 do que em 2010, ano em que emigrou um total de 23.760 pessoas, registando-se um aumento de 85% em apenas um ano.
Do total de 43.998 pessoas que abandonaram Portugal, estima-se que 41.444 seriam portugueses e 2.554 nacionalidades estrangeiras.
Em 2010, o INE estima que tenham saído de Portugal um total de 23.760 indivíduos (16.899, em 2009), sendo que 22.127 teriam nacionalidade portuguesa e 1.633 de nacionalidade estrangeira.
E se em 2010 o maior número de emigrantes se situava na faixa etária dos 20 e 24 anos (3.815 emigrantes), em 2011 a maior fatia de indivíduos a abandonar Portugal tinha entre 25 e 29 anos (5.876), logo seguida dos indivíduos entre os 20 e 24 anos (5.784) e entre 30 e 34 anos (5.027).
Um dado a assinalar é que há milhares de crianças e adolescentes que emigraram entre 2010 e 2011.
Só em 2010, emigraram 2.320 crianças entre até aos quatro anos, 2.077 crianças entre os cinco e os nove anos e 2.580 adolescentes entre os 15 e os 19 anos.
Em 2011, as estimativas do INE indicam que emigraram 3.315 adolescentes entre os 15 e os 19 anos, 1.326 crianças até aos quatro anos, 1.302 entre os cinco e os nove anos e 1.479 entre os 10 e os 14 anos.
Quanto ao país de destino, dos 23.760 indivíduos emigrantes em 2010, 19.418 terão ido para um outro país da União Europeia (UE) e 4.342 deslocaram-se para um país fora da UE.
Segundo dados disponibilizados pelo Observatório da Emigração, Angola, Reino Unido, Suíça, Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Brasil e a Holanda são os países que mais receberam emigrantes portugueses.

Que tristeza... Números terríveis e, seguramente, aquém da realidade de um país em que a juventude perdeu a esperança.
Os países que também receberam portugueses, mas em menor número, foram: Noruega, Dinamarca, Suécia, Macau, Áustria, África do Sul, Austrália e Argentina e Nova Zelândia.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013


DEOLINDA M ADÃO

7334 Schmidt Lane El Cerrito, Ca 94530

deoadao@berkeley.edu


Education

Ph.D. in Luso-Brazilian Languages and Literatures (December 2007),
University of California, Berkeley Dissertation Title: As Herdeiras do
Segredo: As Personagens Femininas na Ficção de Inês Pedrosa.
Designated Emphasis in Women, Gender and Sexuality. M. A. in Hispanic
Languages and Literatures (June 2002), University of California,
Berkeley Luso-Brazilian Emphasis.

Exam Fields: Portuguese Literature (all periods); Brazilian Literature
(19th and 20th Centuries); Luso-African Literature (20th Century);
Hispanic Literature (Iberian, Latin American and Caribbean (19th and
20th Centuries); Feminist aend Post-Colonial Theory. B. A. in Spanish
Language and Literature (June 2000), University of California,
Berkeley Graduated with High Distinction in General Scholarship Honors
Thesis “The Construction of a National Identity in Macunaíma and
Biografía de un Cimarrón”


Professional Experience

Teaching Spanish and Portuguese Instructor Peralta Community Colleges
– Berkeley City College. (2007- present) Program Director, Summer
Sessions Study Abroad Program – Portugal University of California,
Berkeley (2006, 2007, 2008) Program Director, Summer Sessions Study
Abroad Program – Cuba University of California, Berkeley. (Summer
2003) Program Assistant, Summer Sessions Study Abroad Program – Cuba
University of California, Berkeley. (Summer 2001 and 2002) Graduate
Instructor, Department of Spanish and Portuguese University of
California, Berkeley (2000 – 2005) Portuguese Instructor, Intensive
Summer Institute and Coordinator of Study Abroad Program – Portugal
California State University, Stanislaus. (1998) Administrative
Experience Program Coordinator, Portuguese Studies Program University
of California, Berkeley – Institute of European Studies. (2001 –
present) Programs Administrator, Summer Sessions Study Abroad Program
– Cuba University of California, Berkeley. (Summer 2004)
Administrative Assistant, Office of the Vice Chancellor for
Undergraduate Affairs University of California, Berkeley (1999 – 2001)


Publications

Articles “Novos Espaços do Feminino: Uma leitura de Ventos do
Apocalipse de Paulina Chiziane” Mata, Inocência & Padilha, Laura
(Org.), MULHERES DE ÁFRICA: VOZES DE UMA MARGEM SEMPRE PRESENTE.
Lisboa: CEA-FLUL/Edições Colibri, 2007 [release pending]
(Peer-reviewed) “Ah! Mònim dum Corisco!...Tragédia Linguística ou
Sátira Cultural?” Tempo e Memória - Revista do Program
Interdisciplinar em Educação, Administração e Comunicação. Unimarco
Editora, São Paulo, Ano 3, No. 4, Jan.-Julho 2005 pp. 9-22.
(Peer-reviewed) “A Mulher Portuguesa nas sociedades fraternais da
Califórnia” A vez e a voz da mulher imigrante portuguesa Marujo,
Manuela (org). University of Toronto, Toronto, Canada, 2005 pp. 27-34.
“Vozes da diáspora: percurso literário da comunidade portuguesa na
Califórnia” Anais do XIX Encontro Brasileiro de Professores de
Literatura Portuguesa – ABRAPLIP (2003) Universidade Federal do
Paraná, Curitiba, Brazil, pp. 249-253. “A Mulher Portuguesa nas
sociedades fraternais da Califórnia / Women in the Portuguese
Fraternal Societies of California” Simas, Rosa (ed.). A Mulher nos
Açores e nas Comunidades / Women in the Azores and the Immigrant
Communities. Volume I. University of the Azores. 2003 pp. 149-172.
(Peer Review) Other “Entrevista a Alda Espírito Santo” A Poesia e a
Vida – Homenagem a Alda Espírito Santo. Mata, Inocencia (org). Edições
Colibri, Lisboa, 2006 pp. 119-133. (Peer-reviewed) “Pepetela –
Entrevista” [Interview] Lucero. A Journal of Iberian and Latin
American Studies University of California, Berkeley, Spring, 2004 pp.
133-145. (Peer-reviewed) Conference Papers “Assim se Escreve Saudade:
Expressões literárias de Mulheres Portuguesas na Califórnia” A Vez e A
Voz da Mulher Migrante Em Macau e Outros Lugares. Universidade de
Macau. Macau, China. (Maio, 2007) “Redifining the Center in Lisbon:
Exploring Literature as Ethnography in African Diasporic Communities.”
American Anthropology Association Conference. San Jose, California
(November, 2006) “Nas Entrelinhas do Sentido: A tradução e o valor
simbólico do texto literário” Contrapor2006 – I Conferência de
Tradução Portuguesa. Associação de Tradução em Língua Portuguesa.
Faculdade de Ciências e Tecnologia – Universidade Nova de Lisboa,
Portugal (September, 2006) “Saudades de ter saudade: o tema da saudade
na literatura da diáspora portuguesa nos Estados Unidos.”
Luso-American Education Foundation Conference, Tulare, California
(April, 2006) “Cooking up Culture: The impact of History and
Literature in Portuguese Culture” University of Louisville, Kentucky
(March, 2006) “O Feminino em Paulina Chiziane” Colloque International
Diffraction Normative, Comportements Cachés et Identités Transverses.
CEOS – Investigações Sociológicas. Faculdade de Cièncias Sociais e
Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Portugal (November, 2005)
“Para além da palavra: tradução ou transculturação” I Colóquio de
Tradução e Cultura. Universidade dos Açores, São Miguel, Portugal
(September , 2005) “As Margens do Feminino: Nas Tuas Mãos de Inês
Pedrosa, e a construção retórica do Feminino Durante o Estado Novo” XX
Encontro de Professores Brasileiros de Literatura Portuguesa
Universidade Federal Fluminense, Niterói, Brazil (August, 2005) “Vozes
Femininas, Bocas Masculinas: uma leitura de Menina e Moça de Bernardim
Ribeiro.” VIII Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas.
Faculdade de Filologia Universidade de Santiago de Compostela.
Santiago de Compostela, España (July, 2005) “O Português como Língua
de Contacto” Encontro Macau 2004. Associação Para a Instrução dos
Macaenses. Macau, China (December, 2004) “Uso da Língua Portuguesa nas
Comunidades Portuguesas dos Estados Unidos” XIX Congresso da L.C.P.
Lexington, Massachusetts (October, 2004) “Ah! Mònim dum
Corisco!...Tragédia Linguística ou Sátira Cultural?” AATSP Conference,
Yale University. (September, 2004) “Estratégias para o ensino de
inglês como língua estrangeira” Universidade Nova de Lisboa, Lisboa,
Portugal (May, 2004) “Paradoxos linguísticos no conto “O Marido” de
Lídia Jorge” XXVII Symposum on Portuguese Traditions, University of
California, Los Angeles. (Abril, 2004) “Vozes da diáspora: percurso
literário da comunidade portuguesa na Califórnia” XIX Encontro
Brasileiro de Professores de Literatura Portuguesa – ABRAPLIP
Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Brazil. (October, 2003) “A
Mulher Portuguesa nas sociedades fraternais da Califórnia” A vez e a
Voz da Mulher Imigrante Portuguesa University of Toronto, Toronto,
Canada. (September, 2003) “Personagens Femininas em Yaka de Pepetela”
Symposium on Portuguese Traditions. University of California, Los
Angeles. (April, 2003) “O Fado: expressão musical ou paradigma
cultural?” Intensive Summer Institute. California State University,
Stanislaus. (August, 2000) “A Presença Feminina na Poesia Portuguesa”
Luso-American Education Foundation Conference. California State
University, San Jose. (April, 1999) Other congress activity Workshop
Coordinator: “Constructing a Luso-American/Canadian Identity” Encontro
dos Professores de Português dos E.U.A. e Canadá – Todos. Angra do
Heroísmo, Terceira. Açores. (July, 2003) Translations On a Leaf of
Blue: Bilingual Anthology of Azorean Contemporary Poetry. Translation
of Foreword by José Luiz Passos, and of “The Boundaries of Writing on
an Island” by Álamo de Oliveira. Institute of Governmental Studies
Press. University of California, Berkeley. pp. XIII, XIV, 177-184.
(May, 2003)