sexta-feira, 14 de abril de 2017

A MODERNIDADE DE MARIA ARCHER - INSPIRAÇÃO PARA AS NOVAS GERAÇÕES

A 8 de março, em Espinho, na Escola Dr Gomes de Almeida, MARIA ARCHER foi figura central de uma jornada comemorativa do Dia Internacional da Mulher. Ganhou jus a essa homenagem pela sua luta incessante pela liberdade e pela igualdade das mulheres, num país que era uma ditadura anacrónica e particularmente misógina, e, também, pelo seu talento como escritora, como jornalista, como observadora e crítica da sociedade do seu tempo. A 3 de maio, em Monção, na Escola Profissional (EPRAMI) será lembrada de novo, num colóquio sobre "Campos de intervenção feminina". Uma vez mais, a encenação da "entrevista imaginária" com a Escritora, um esplêndido texto de Mestre Arcelina Santiago, interpretado por alunas das Escolas, tornará mais viva e mais próxima Maria Archer, personagem fascinante, que obviamente não é, mas poderia ser a heroína de um dos seus romances! A primeira representação da "Entrevista" aconteceu em Espinho, na Biblioteca José Marmelo e Silva, a 8 de março de 2012, com duas alunas do secundário. a Inês, como entrevistadora, e Mariana Patela no papel de Archer. Teriam ambas apenas cerca de 13 anos, mas nem por isso foram menos verosímeis, a ponto de serem saudadas com lágrimas de emoção de muitos dos presentes, entre os quais Olga Archer Moreira, sobrinha neta da grande Senhora. A partir daí foram chamadas a muitas "performances" e não deixaram de aperfeiçoar a representação e de enriquecer, com novas perguntas e respostas, um texto que vai crescendo e dando aos espetadores mais facetas originais de Maria Archer. Mariana e Inês são agora duas jovens universitárias que vivem o seu papel com intensidade. A esse encontro pela força da teatralização, segue-se, com mais facilidade o diálogo sobre uma enorme variedade de leituras de Maria Archer. Em Monção, caberá a estudantes da EPRAMI a responsabilidade de trazer ao palco uma Mulher que esteve sempre à vontade no palco das conferências e dos congressos e no palco da vida!

COLÒQUIO EM MONÇÃO -Auditório José Emílio Moreira - EPRAMI, 3 de maio

CAMPOS DE INTERVENÇÃO NO FEMININO \\ 09: 30 Receção \\ 10: 00 Painel I _Igualdade de Género - A Liderança no Feminino_ Professor Doutor João Paulo Vieito e Dra. Manuela Aguiar Moderadora: Mestre Arcelina Santiago \\ 11: 00 Coffee Break \\ 11:15 Painel II _Gestão de Topo no Feminino_ (mulheres vereadoras em exercício e gestoras) Moderadora: Professora Dra. Graça Guedes \\ 13: 00 Almoço \\ 14: 30 Painel III _ Maria Archer_ Entrevista Imaginária - Maria Archer Pedro Cerqueira Beatriz Lopes Maria Archer - A Escritora e o Exílio Dra. Manuela Aguiar e Dra. Arcelina Santiago \\ 16.30 Encerramento Organização da Escola Profissional do Alto Minho Interior (EPRAMI) e da AEMM - Norte

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Joan MARBECK pela Língua KRISTANG

Dear MariaManuela, Keeping you in the loop re my Kristang interest and Activities with the Singapore-Eurasians, recently. The 40 Singaporeans who came to visit me in Seremban made me feel my work, travel and research in the Kristang Language and Culture done over a period of 20 years and the production of 3 books in the Kristang Language has definitely come to fruition. Thank you for your help, guidance, caring cooperation and love, without which I could not have successfully reached my desired goals. Mutu grandi merseh. Joan

NOTÍCIAS DE MALACA

Subject: 1st Singapore Kristang Language Festival: Poetry Competition Dearest Joan Thank you for hosting such a warm and lively luncheon. We had a wonderful time in Seremban and look forward to seeing you in Singapore! If we have not said it yet we are ecstatic that you have agreed to be part of our panel and a judge for the poetry competition! As we had discussed at the luncheon, I list below a rough timeline we have drawn up for the development of the poetry competition: By 20 Jan, we would have come up with the number of winners we intend to have, the method of scoring poetry and how we intend to present the winning poetry pieces. We are working with an arts group on these details but we welcome any helpful suggestions as well. By 10 Feb, we intend to finalize the publicity for the competition and have our Publicity group put up the submission form for the Poetry Competition on the website. By 1 Mar, submissions are open. Entries would be sent in to judges on a rolling basis. By 31 Mar, submissions close and judging begins in earnest. By 1 Apr, design of the Poetry Competition winners certificates will be completed. By 7 Apr, Judging completed and winners notified. By 10 Apr, we will send poetry competition winners to the arts group to work on performing their pieces at the festival. By 24 Apr, poetry presentation performances should be finalized. 12 May - REHEARSAL Attached is the updated version (V4) of our proposal with more info. If you have any questions and need to connect with me, you can do so via my mobile 65 97235268. I am also on WhatsApp. I look forward to working with you on this historic event! Regards Petrina

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

MM com GILBERTO FERRAZ EM ESPINHO

Londres, 22 nov (Lusa) - O jornalista português residente em Londres Gilberto Ferraz destacou o contributo que a sociedade britânica deu para a independência de Timor-Leste da Indonésia, num livro que vai lançar em Lisboa na quinta-feira. Organizações de direitos humanos jornalistas, académicos, estudantes e outras personalidades lutaram pela causa timorense, a qual o antigo correspondente do Jornal de Notícias e funcionário da BBC considera que não tem sido reconhecida. "Timor-Leste - Dívida por Saldar" reúne depoimentos, artigos de imprensa e correspondência diplomática, muitos dos quais inéditos, em que se pretende dar a conhecer o ativismo britânico. "Houve um movimento extraordinário que, quanto a mim, apressou e alertou" a comunidade internacional para a situação, disse o autor à agência Lusa. Gilberto Ferraz contou que, na altura, se limitou "a comunicar a audiências portuguesas o que se passava no Reino Unido sobre Timor-Leste" através dos seus artigos no JN. Durante vários anos, teve acesso a figuras como James Dunn, diplomata australiano que defendeu a independência dos timorenses, ou o prelado Martinho da Costa Lopes. Contactou com jornalistas que escreveram sobre Timor-Leste, como Hugh O'Shaughnessy, e com ativistas como o antigo deputado pelo partido Liberal Eric Lubbock e a defensora dos direitos humanos Carmel Budiardjo. Posteriormente, contou à Lusa, ouviu de Jaime Gama, antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros, que esse trabalho ajudou o Governo português na preparação dos argumentos de defesa de Timor-Leste em organizações internacionais. O livro, resumiu, "é uma dívida ao povo britânico pelo que fez pela causa timorense". A obra vai ser lançada na quinta-feira na Fundação Pro Dignitate, em Lisboa, no dia 25 de novembro no Auditório do Jornal de Notícias, no Porto, e no dia seguinte na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, em Espinho. Natural de Tondela, Gilberto Ferraz, de 82 anos, ingressou no Serviço Mundial da BBC em 1965, onde se manteve durante mais de 30 anos, e foi correspondente no Reino Unido do JN, TSF e RTP. Este ano, publicou um livro de memórias, também em língua portuguesa, intitulado "Por Terras de Sua Majestade".

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

MULHERES DA DIÁSPORA EM MOVIMENTO

COLÓQUIO 12 NOVEMBRO 2016 – EMMANUEL COLLEGE, sala 108 9h – Registo e Boas-Vindas 9h30-10h Manuela Aguiar Políticas de género e movimentos cívicos na emigração portuguesa 10h00 – 10h30 – café 10h30 -12 Painel 1: Diplomacia/Jornalismo/Política/Arte/Filantropia Manuela Bairos – Clara Abreu – Ana Bailão – Teresa Ascenção – Ângela Machado 12h- 13h - Almoço Cafetaria Burwash Hall 13h30 – 14h30 Envelhecer no Estrangeiro Luisa Desmet (organizadora) - Apresentação do livro com colaboração de Ana Sanka, Ilda Januário, Idalina Silva, Alexandre Franco Maria Barroso – Homenagem 14h30- 15h30 Painel 2 – Joaquina Pires/Maria João Dodman/Ana Sança/Bia Raposo?/ Felicidade Macedo Voluntariado/Academia/Serviço Público/Associativismo/Serviços Sociais 15h30 – 4h – Lúcia Ramos – Titulo 4h-5h – Inauguração da Exposição “Mulheres Aguerridas da Diáspora Portuguesa” Robarts Library -

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

MILÉNIO - o LINK

O jornal que, a meu ver, melhor cobertura deu aos "Encontros para a Cidadania", organizados pela AMM, com o apoio da SECP, foi, no Canadá, O MILÉNIO de Alexandre Franco. Agora, de novo, tem dado destaque à próxima participação da AEMM nas reuniões que terei, a 11 de novembro, na Casa do Alentejo, e no Colóquio de 12 de novembro, na universidade de Toronto. A ler, neste link http://www.postmilenio.com/