quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

No Guarani

Luz e sol
sorrisos e olhares bonitos
palavras sábias
certeiras e doces
como só a mulher sabe dizer

Num repente
emergiu
um jardim
de camélias,
rosas,
papoilas e violetas

num repente
brilhou sol
no Guarani
numa tarde cinzenta
de chuvoso janeiro


Um poema ali mesmo escrito por Vitor Cordeiro, enquanto corria a sessão de lanaçamento da revista Entre Portuguesas

Sem comentários:

Enviar um comentário