sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Defesa de Espinho | Coluna 1


EM TRÊS PALAVRAS


O tamanho da palavra


Se o mundo cabe numa palavra, talvez o universo caiba em três. Em cada palavra está encerrado um tempo, espaço e matéria em constante expansão, como a nossa realidade.
Em cada palavra crescem planetas e estrelas gigantes de brilho admirável que nos chega do céu noturno.


Este é um espaço que nasce de três palavras que vivem em três mulheres com muitas diferenças. A maior descoberta é que esta diversidade tem o poder de unir-nos num mundo maior e mais aberto.


Começando pela primeira letra, a Arcelina Santiago é professora e apaixonada por duas terras: Espinho e Monção. Procura sempre aprender e ensinar com o mesmo interesse dos primeiros dias. Entusiasta, encontra em cada projeto combustão para novas ideias. Cidadã  interventiva, defensora de causas em torno das questões do género e da diáspora, encontra nas raízes e nas terras da família espaço para se dedicar à produção de um alvarinho que honra a tradição de Portugal.

Continuamos com a Maria Manuela Aguiar, figura pública de relevo a nível nacional e internacional, com múltiplos desafios já superados: professora de direito, deputada, vereadora da cultura no Município de Espinho, especialista em questões da Emigração - Secretária de Estado da Emigração e das Comunidades Portuguesas, Presidente da Comissão das Emigrações,  Presidente da Assembleia  Geral da Associação Mulher Migrante. Em suma, firme defensora de causas e princípios que visam a defesa dos direitos humanos.

Finalmente, a Marta Pais Oliveira terá que se por em bicos de pés para abraçar a experiência das duas mulheres já apresentadas. Vive com os olhos a brilhar perante a descoberta e a curiosidade invariavelmente à tona. Procura conhecer pessoas e lugares que suscitem perguntas novas. De preferência muitas. Hoje dedica-se à comunicação empresarial e gestão de marca e alimenta pelo caminho a vontade de ler e escrever mais e melhor. Deseja voltar ao mar de Espinho sempre que possível.


Somos três palavras que aceitaram o desafio proposto pelo Defesa de Espinho para dar vida a esta coluna semanal. Porque gostamos, acima de tudo, de partilhar. Daremos corpo a temas que esperamos que sejam do interesse dos leitores. Se ajudarem a enriquecer um pouco só os mundos diários que com este espaço se cruzarem, a nossa missão será cumprida.

Até breve.

Sem comentários:

Enviar um comentário